sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ou as barcas mudam... ou nós mudamos as barcas!


Ou as barcas mudam 
ou nós mudamos as barcas   
R$ 4,50 é um assalto! 
Não pago!

Parece mentira, mas não é! A travessia de barca Rio-Niterói vai mesmo custar R$ 4,50 a partir de 1º de março. O preço do bilhete subirá 60,7% em relação aos R$ 2,80 atuais. Esse aumento que só beneficia os cofres privados da concessionária Barcas S/A foi autorizado pelo governador Sérgio Cabral, com o aval de seu secretário de Transportes Júlio Lopes e da maioria da Assembleia Legislativa. Precisamos protestar! 

Para tentar acalmar os nossos ânimos de passageiros, principais vítimas desse aumento, o governo acena com um subsídio temporário, mas apenas para os usuários do Bilhete Único, dos quais serão cobrados R$ 3,10. Dessa forma, o governo insiste em prejudicar a população para favorecer com dinheiro público grandes grupos empresariais.

As Barcas S/A jamais cumpriram a sua parte no contrato de prestação de serviços ao governo que já se estende por 13 anos. Só dispõe, por exemplo, de seis das dez embarcações que seriam necessárias para dar vazão ao fluxo de passageiros. Nunca providenciou a linha Rio-São Gonçalo, que pelo contrato deveria existir desde 1999. E, para completar, ainda acabou com a Barca do Sereno, que funcionava durante a madrugada. Tudo isso ocorreu com a conivência da Agetransp, órgão que deveria fiscalizar o serviço e punir as notórias irregularidades.

Trata-se de uma empresa cujos serviços se mostram de péssima qualidade, oferecendo até mesmo ameaça à vida dos seus passageiros. O histórico recente de acidentes em série comprova esse risco. Não bastassem os acidentes — só no último houve 60 feridos —, há as filas intermináveis e os atrasos recorrentes, sem falar na falta de coletes salva-vidas e no forte calor dentro das embarcações. Mas quando deveria ser punida, essa empresa é premiada com subsídios. 

Basta! Cansamos de tanto desrespeito em um contexto de crise geral nos transportes públicos, com superlotação, “apagões”, sucateamento e acidentes também no Metrô, na Supervia e nos ônibus.

O PSOL defende o fim da concessão e a imediata reestatização das Barcas. Esse é um passo importante na luta por um serviço de qualidade e a preços acessíveis! Lutemos pela suspensão imediata do aumento do bilhete das barcas!


Barcas S.A. - Um mar de lama!  Você sabia...

→ Que apenas o grupo composto, entre outros, pela AUTO VIAÇÃO 1001 LTDA e CONSTRUTURA ANDRADE GUTIERREZ S/A participou da licitação, sendo que o lance apresentado foi igual ao preço mínimo do edital, bem abaixo do valor que seria justo?
→ Que empresários das Barcas S/A fazem parte da exploração da Ponte Rio-Niterói, o que é proibido pelo contrato de concessão?
→ Que o contrato de concessão das Barcas prevê a construção do terminal São Gonçalo/Praça XV, que deveria estar pronto desde o ano 1999?
→ Que o governo estadual premiou os empresários das Barcas S/A com um empréstimo de R$ 8 milhões em abril de 2009?
→ Que atualmente as Barcas transportam por dia uma quantidade menor de pessoas do que quando era pública?
→ Que o atual governo estadual isentou as Barcas da cobrança de ICMS?

Nossas vidas valem mais que o lucro das Barcas S/A!

Grande manifestação contra o aumento do bilhete das Barcas
Dia 01/03, a partir das 7h
Na Estação Arariboia

Um comentário:

  1. Creio que um bom acordo pode ser feito e o governador de fato ouvirá.

    ResponderExcluir